Poética linguagem científica

Publicado em 14-11-2014
Visitas: 3137

A propósito do dia da ciência e do desenvolvimento [10 de novembro]

Desde o menor grão do universo e desde os seus primeiros momentos até as maiores distâncias e o futuro mais longínquo, examinaremos o espaço e o tempo em ambientes familiares e estranhos, buscando sem tréguas o conhecimento da sua verdadeira natureza. 

 Brian Greene, O tecido do cosmos

 

Os conceitos científicos ocultam todo um significado sobre o mundo que nos rodeia e que escapa à compreensão dos não iniciados na linguagem das ciências da natureza.

Expressos em termos por vezes belos e quase sempre misteriosos, os conceitos científicos escondem o labor dos muitos que se dedicaram a desvendar os segredos da natureza. O fruto desse trabalho é usado por todos nós no dia-a-dia, sem que se conheça a sua origem e sem que, na maioria das vezes, consigamos penetrar no maravilhoso mundo da ciência.

A exposição A poética da linguagem da matemática e das ciências da natureza visa desvelar um pouco desse mundo. A partir de conceitos que foram selecionados pela sua beleza e pela riqueza do significado que encerram, clarifica-se o seu sentido e a sua importância para a relação da humanidade com o mundo, assim como o trabalho dos muitos cientistas que, ao longo do tempo, contribuíram para o saber, para o poder, mas também para a perplexidade que cada um destes conceitos encerra e desvela.

Poeticalinguagem04.11

Clicar na imagem para aceder ao Ebook

Em formato PDF